Free Ola Bini!

Declaração para o Cryptorave

Como eles ousaram, nós também ousamos. Mesmo que tenhamos todos a perder, como qualquer outro cidadão latino-americano que vai contra o que o poder quer. Mas eles ousaram contra nós, as pessoas. Eles se atreveram a encarcerar quem e quando quiserem, sem qualquer evidência. Eles ousaram confundir o trabalho de privacidade e segurança que fazemos como atividade criminosa, e chamar assim. Ousaremos então, pelo menos, deixar que nossa voz seja ouvida.

Ola Bini está detido há pelo menos 22 dias. Ele é um desenvolvedor de software que foca seu trabalho na criação de tecnologias de aprimoramento da privacidade, como a versão 4 do OTR ou contribuição para o projeto Tor. Ele é bem conhecido como desenvolvedor de software e até criou duas linguagens de programação por conta própria. Ele é um participante bem conhecido do Crytorave e ele e sua equipe sempre deram palestras neste evento.

As acusações de tê-lo encarcerado variam de acusá-lo de ler certos livros, incluindo os de Noam Chomsky, de ter uma grande conta de eletricidade para usar servidores, de ter muitos dispositivos eletrônicos. Nenhuma dessas acusações faz sentido e, fundamentalmente, vai contra os direitos básicos que nós, como seres humanos, temos. Detê-lo significa deter a todos nós, como pessoas que trabalham e criam software que preserva a privacidade das pessoas.

Ola Bini é detido em uma prisão no Equador, cujas condições são deploráveis, já que muitas de nossas prisões na América Latina são, como todos sabemos. As instalações estão em más condições, a comida não é boa, a água é escassa e a doença é a palavra de todos os dias. Como foi descrito: “as instalações estão em condições muito ruins, vazamentos de água suja das paredes”.

Detendo Ola significa que a nossa profissão é agora de alto risco, como qualquer governo pode agora encarcerar as pessoas por escrever software sem qualquer compreensão do que se trata. Sua detenção é arbitrária e não deve permanecer impune.

Como eles ousaram contra nós, nós também ousamos. Nós ousaremos falar a nossa voz contra esta injustiça, pois, com o mundo de hoje, isso pode acontecer a qualquer um. Nós ousaremos falar contra a injustiça cometida ao nosso amigo, colega, amante, conhecido, pois a sua detenção representa a detenção de todos nós.

Eu vou deixar você agora com uma declaração que ele escreveu de sua prisão:

“Para todos vocês, participantes fantásticos do Cryptorave:

Eu te envio saudações da prisão. O Cryptorave tem sido um dos meus eventos favoritos desde a minha primeira participação em 2015. A combinação de engajamento com ativismo, comunidade, política e tecnologia faz desta uma conferência extremamente importante.

Há muitas coisas que eu poderia lhe dizer sobre a importância da privacidade, como a vigilância totalitária está dominando o mundo. Eu poderia falar sobre a tecnologia que você precisará, mas honestamente, há tantas pessoas em São Paulo agora que podem falar sobre essas questões, que não há necessidade.

Estou preso por ter conhecimento e nem mesmo conhecimento esotérico ou estranho sobre questões obscuras, mas apenas conhecimento de computador mundano. Vocês todos têm isso. E isso os assusta sem fim. Não pare de aprender!

Em solidariedade, da célula 10 (“Mama Lucha”), bloco de células “El Placer”, CDP El Inca, Quito, Equador.

Com os meus desejos mais calorosos para uma rave fantástica. Eu gostaria de poder me juntar a você no próximo ano.

Ola Bini ”